FECHAR
27 de junho de 2019
Voltar

RESULTADOS

Abimaq apresenta primeiro mapeamento do setor de startup+indústria

O levantamento mostra que de 295 startups mapeadas em todo o país, apenas 8% receberam investimento da indústria
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos (Abimaq) realiza em São Paulo, no próximo 5 de julho, o primeiro Roadshow Startup+Indústria e apresenta primeiro mapeamento do setor.

Em parceria com a Spin, primeira aceleradora especializada em startups com foco em indústrias do Brasil e a A2C, empresa transformação de marcas e de negócios, o evento tem como objetivo aproximar indústrias com startups de forma a promover a transformação digital e ressignificação da cultura organizacional das indústrias com orientação à nova economia, além de proporcionar palestras e workshops.

A preocupação das empresas com a transformação digital é real e por isso, elas procuram acompanhar a evolução das tecnologias visando novas formas de comunicação com seus clientes e fornecedores, bem como modernizar seus processos industriais, diminuir custos, aumentar a produtividade, sua eficiência energética entre outros aspectos.

Nessa busca existe um gap de relacionamento entre a indústria e as startups que chama atenção.

Um levantamento que será apresentado no evento mostra, por exemplo, que de 295 startups mapeadas em todo o país, apenas 8% receberam investimento da indústria.


A Associação Brasileira da Indústria de Maquinas e Equipamentos (Abimaq) realiza em São Paulo, no próximo 5 de julho, o primeiro Roadshow Startup+Indústria e apresenta primeiro mapeamento do setor.

Em parceria com a Spin, primeira aceleradora especializada em startups com foco em indústrias do Brasil e a A2C, empresa transformação de marcas e de negócios, o evento tem como objetivo aproximar indústrias com startups de forma a promover a transformação digital e ressignificação da cultura organizacional das indústrias com orientação à nova economia, além de proporcionar palestras e workshops.

A preocupação das empresas com a transformação digital é real e por isso, elas procuram acompanhar a evolução das tecnologias visando novas formas de comunicação com seus clientes e fornecedores, bem como modernizar seus processos industriais, diminuir custos, aumentar a produtividade, sua eficiência energética entre outros aspectos.

Nessa busca existe um gap de relacionamento entre a indústria e as startups que chama atenção.

Um levantamento que será apresentado no evento mostra, por exemplo, que de 295 startups mapeadas em todo o país, apenas 8% receberam investimento da indústria.

O setor vem sendo cada vez mais pressionado com novos competidores, enquanto na outra ponta enxergamos gigantes tecnológicos dominando o mercado.

O impasse prejudica o desenvolvimento da indústria e, por consequência, o do país, já que essa é responsável por 22% do PIB do Brasil de acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em 2019.

Com o objetivo de aproximar e entender as necessidades das indústrias é que surgiu a ideia do Roadshow. Isso porque, se por um lado temos indústrias com necessidades específicas, é preciso enxergar que do outro lado não faltam startups focadas em soluções inovadoras para ajudar o core business e toda a cadeia de valor da indústria.

"A Abimaq busca fortalecer a aproximação das startups com as indústrias. O nosso evento nasceu com esse propósito, de criar um ambiente para o desenvolvimento de oportunidade de negócios entre elas", comenta João Carlos Marchesan, presidente da Abimaq.

A programação prevê a apresentação dos dados do Mapa Nacional Startup+Indústria (www.mapastartup.com), e palestras com discussões sobre a importância da inovação aberta, como estratégia para obter melhores resultados operacionais.

Fazem parte também da programação, imersões e dinâmicas para a identificação de demandas das indústrias presentes e a disseminação de boas práticas na relação entre startups e indústrias.

"A construção do mapa foi desafiadora e ao mesmo tempo muito prazerosa. Nos deu um novo olhar sobre a simbiose entre startups e indústrias e partir dele, conseguimos levantar dados essenciais para transformar este relacionamento. Será uma grande oportunidade apresentá-lo durante o Roadshow da Abimaq e temos a certeza de que irá contribuir muito com o mercado", conta Beny Fard, CEO da Spin, que é também head de operações do Stanford Research Institute no Brasil.

Já para Anderson de Andrade, CEO da A2C, a sinergia que a empresa propõe entre a inovação disruptiva das startups com o poder de escalabilidade das indústrias é o motor dessa iniciativa.

"Acreditamos que o Roadshow Abimaq Startup+Indústria é importante para ambos os grupos e tenho certeza que teremos bons resultados", finaliza o executivo.

O evento é aberto para associados e não associados da Abimaq e para participar, basta se inscrever pelo site www.exponencial.vc/abimaq.