FECHAR
FECHAR
30 de abril de 2020
Voltar

RESULTADOS

Abramat apresenta dados sobre o setor em sondagem realizada com as empresas

Em relação à pretensões de investimentos no médio prazo, no mês de abril, 36% das indústrias de materiais afirmaram que pretendem investir nos próximos 12 meses
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) apresentou ao mercado a Sondagem de expectativas das indústrias de materiais de construção.

O desempenho de vendas no curto prazo, de acordo com a sondagem realizada em abril entre as associadas da Abramat para o mercado interno, para 9% das empresas o no mês de março foi bom, 27% regular, 46% ruim e 18% muito ruim.

Já para o mês de abril 14% das empresas consideraram o desempenho regular, 14% ruim e 72% muito ruim.

Para o próximo mês de maio, 14% das empresas consideraram que o desempenho será regular, 32% ruim e 54% muito ruim.

De acordo com dados da Sondagem entre as indústrias de material de construção para o mês de abril, indicam que 27% das empresas estão otimistas sobre as ações do governo para o setor da construção civil nos próximos 12 meses. No mês anterior, apenas 10% estavam otimistas.

Em relação à pretensões de investimentos no médio prazo, no mês de abril, 36% das indústrias de materiais afirmaram que pretendem investir nos próximos 12 meses.

Houve queda em relação a março, onde 38% de empresas pretendiam investir. Em igual período do ano passado abril/2019, 83% pretendiam...


A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) apresentou ao mercado a Sondagem de expectativas das indústrias de materiais de construção.

O desempenho de vendas no curto prazo, de acordo com a sondagem realizada em abril entre as associadas da Abramat para o mercado interno, para 9% das empresas o no mês de março foi bom, 27% regular, 46% ruim e 18% muito ruim.

Já para o mês de abril 14% das empresas consideraram o desempenho regular, 14% ruim e 72% muito ruim.

Para o próximo mês de maio, 14% das empresas consideraram que o desempenho será regular, 32% ruim e 54% muito ruim.

De acordo com dados da Sondagem entre as indústrias de material de construção para o mês de abril, indicam que 27% das empresas estão otimistas sobre as ações do governo para o setor da construção civil nos próximos 12 meses. No mês anterior, apenas 10% estavam otimistas.

Em relação à pretensões de investimentos no médio prazo, no mês de abril, 36% das indústrias de materiais afirmaram que pretendem investir nos próximos 12 meses.

Houve queda em relação a março, onde 38% de empresas pretendiam investir. Em igual período do ano passado abril/2019, 83% pretendiam realizar investimentos.

Como o setor da construção não paralisou as atividades e a comercialização de materiais de construção se manteve ativa, pois, entrou na lista das atividades industriais, em abril a utilização da capacidade industrial ficou em 54% na média das empresas. No mês anterior o nível de utilização da capacidade instalada foi de 65%.