FECHAR
04 de abril de 2018
Voltar

Mercado

BNDES cria taxa fixa para giro e a prevê no Finame em breve

Fonte: Folha de S.Paulo

O BNDES lançou no dia 2 de Abril uma taxa fixa no financiamento para capital de giro. Até o meio deste ano, a taxa fixa chegará ao Finame, que financia máquinas e equipamentos, e representa cerca de 40% do crédito do banco.

A taxa será oferecida a clientes como opção à TLP (Taxa de Longo Prazo), por meio de bancos comerciais que repassam recursos do BNDES.

A iniciativa na linha BNDES Giro deverá atender principalmente micro e pequenas empresas.

Além do Finame, outras linhas vão oferecer a possibilidade da taxa fixa. O cálculo da TLP introduziu o componente da inflação. A taxa fixa, por sua vez, exclui o risco de alta do IPCA para as empresas, o que permite maior controle sobre suas dívidas.

O banco oferecerá a taxa por 5 anos, sem subsídios do Tesouro Nacional. Os bancos repassadores ficarão somente com o risco de crédito.

Numa estimativa do BNDES para este mês de abril, em contratos de cinco anos, a taxa fixa para os agentes financeiros repassadores seria de cerca de 9,66% ao ano.

Isso equivale, atualmente, ao CDI + 0,56% ao ano —ao qual se soma ainda o spread de risco de crédito dos bancos.

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral