FECHAR
FECHAR
12 de dezembro de 2019
Voltar

CONSTRUÇÃO

Chineses devem assumir obras da Linha 2-Verde do Metrô de SP

O grupo chinês PowerChina assinou um acordo com o governo paulista para assumir as construções da empreiteira Mendes Júnior, que era responsável na expansão da Linha 2
Fonte: Assessoria de Imprensa

Uma transação entre empresas promete destravar as obras da Linha 2-Verde do Metrô, entre a Vila Prudente e a Penha, prometidas para serem iniciadas no primeiro semestre de 2020.

O grupo chinês PowerChina assinou um acordo com o governo paulista para assumir as construções da empreiteira Mendes Júnior, que era responsável na expansão da Linha 2.

A entrada dos chineses destravaria a retomada dos trabalhos. “Essa era a nossa maior preocupação. Sem essa tratativa entre os grupos, não haveria viabilidade para a retomada das obras nos demais lotes”, afirmou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

A extensão deve acrescentar 8 novas estações e 8,3 km à Linha 2-Verde. O eixo metroviário que passa por debaixo da Avenida Paulista e liga as estações Vila Prudente e a Vila Madalena, vai se transformar na maior linha do nosso sistema metroviário, com 23 km de extensão.

As estações a serem construídas são: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha, conectando com as linhas 3-Vermelha, 11-Coral (CPTM).

Existe projetado outra expansão da Penha até a cidade de Guarulhos. No entanto, não há prazos para início dos trabalhos...


Uma transação entre empresas promete destravar as obras da Linha 2-Verde do Metrô, entre a Vila Prudente e a Penha, prometidas para serem iniciadas no primeiro semestre de 2020.

O grupo chinês PowerChina assinou um acordo com o governo paulista para assumir as construções da empreiteira Mendes Júnior, que era responsável na expansão da Linha 2.

A entrada dos chineses destravaria a retomada dos trabalhos. “Essa era a nossa maior preocupação. Sem essa tratativa entre os grupos, não haveria viabilidade para a retomada das obras nos demais lotes”, afirmou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

A extensão deve acrescentar 8 novas estações e 8,3 km à Linha 2-Verde. O eixo metroviário que passa por debaixo da Avenida Paulista e liga as estações Vila Prudente e a Vila Madalena, vai se transformar na maior linha do nosso sistema metroviário, com 23 km de extensão.

As estações a serem construídas são: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha, conectando com as linhas 3-Vermelha, 11-Coral (CPTM).

Existe projetado outra expansão da Penha até a cidade de Guarulhos. No entanto, não há prazos para início dos trabalhos.