FECHAR
19 de março de 2020
Voltar

RESULTADOS

Eficiência energética pode economizar para a sociedade um custo total de cerca de 1,9 bilhão de euros até 2030

O grande potencial de economia socioeconômica dos investimentos em eficiência energética deve-se a uma necessidade muito menor de investir na expansão da rede elétrica ou no armazenamento de energia, bem como nos custos mais baixos de combustível e energia
Fonte: Assessoria de Imprensa

Para que a Dinamarca programe a transição verde mais rapidamente e da forma mais econômica possível, é necessário tanto investimento direcionado em soluções de eficiência energética quanto em acoplamento setorial e energia renovável.

Essa é a conclusão da EA Energy Analyses com base em uma nova análise, que sugere que soluções energeticamente eficientes podem economizar para a sociedade um custo total de cerca de 1,9 bilhão de euros até 2030.

A EA Energy Analyses conclui que o preço para a Dinamarca alcançar uma redução de 66% nas emissões de CO2 até 2030 resultará em um investimento adicional de cerca de 2,15 bilhões de euros, além das atividades e investimentos acordados como parte do Acordo de Energia de 2018.

A análise também mostra, no entanto, que esse custo aumentará para cerca de 4 bilhões de euros caso nenhum investimento seja realizado em iniciativas para reduzir o consumo de energia.

“Ainda há um grande potencial na Dinamarca para a economia de energia, inclusive no aquecimento de edifícios e na produção industrial. A energia mais barata e mais limpa é aquela que não usamos, e é por isso que a transição para um consumo de energia sustentá...


Para que a Dinamarca programe a transição verde mais rapidamente e da forma mais econômica possível, é necessário tanto investimento direcionado em soluções de eficiência energética quanto em acoplamento setorial e energia renovável.

Essa é a conclusão da EA Energy Analyses com base em uma nova análise, que sugere que soluções energeticamente eficientes podem economizar para a sociedade um custo total de cerca de 1,9 bilhão de euros até 2030.

A EA Energy Analyses conclui que o preço para a Dinamarca alcançar uma redução de 66% nas emissões de CO2 até 2030 resultará em um investimento adicional de cerca de 2,15 bilhões de euros, além das atividades e investimentos acordados como parte do Acordo de Energia de 2018.

A análise também mostra, no entanto, que esse custo aumentará para cerca de 4 bilhões de euros caso nenhum investimento seja realizado em iniciativas para reduzir o consumo de energia.

“Ainda há um grande potencial na Dinamarca para a economia de energia, inclusive no aquecimento de edifícios e na produção industrial. A energia mais barata e mais limpa é aquela que não usamos, e é por isso que a transição para um consumo de energia sustentável começa com investimentos em eficiência energética. Como destaca a EA Energy Analyses, a sociedade pode economizar muito dinheiro priorizando os investimentos em eficiência energética”, comenta Kim Fausing, CEO da Danfoss.

O grande potencial de economia socioeconômica dos investimentos em eficiência energética deve-se a uma necessidade muito menor de investir na expansão da rede elétrica ou no armazenamento de energia, bem como nos custos mais baixos de combustível e energia.

O menor consumo de energia em um único local libera energia para o uso no acoplamento setorial e na tecnologia ”Power-to-X”, necessária para atingir a meta da transição verde.

“A tecnologia e as soluções para aproveitar o potencial em eficiência energética já existem. É por isso que é tão importante que os investimentos em energia eólica e solar andem de mãos dadas com investimentos em eficiência energética e acoplamento setorial. Faz sentido tanto para o clima quanto cenário socioeconômico. Ao priorizar as três áreas, podemos alcançar a ambiciosa meta política e, ao mesmo tempo, garantir que ela ocorra da maneira mais econômica possível, o que nos permite reduzir os custos da transição verde, além de liberar recursos para outras prioridades políticas”, acrescenta Fausing.

Sobre a análise e o potencial em eficiência energética
Os cálculos da EA Energy Analyses mostram que o modelo mais barato para alcançar uma redução de 66% nas emissões de CO2 resultaria em investimentos necessários correspondentes a 23,4 bilhões de euros em iniciativas de eletrificação e acoplamento setorial, eficiência energética e produção de energia renovável.

Desse montante, 3 bilhões de euros seriam investimentos em eficiência energética. Se não são feitos investimentos em eficiência energética e se investe unicamente em uma transição verde por meio de energia renovável, eletrificação e acoplamento setorial, os custos adicionais totais para alcançar uma redução de 66% aumentam para cerca de 27,7 bilhões de euros.

Por meio de um investimento ideal em eficiência energética e acoplamento setorial, além de energia renovável, a Dinamarca pode atingir seu objetivo da forma mais econômica possível, e também se beneficiar de uma vitrine global, onde soluções verdes significariam potencial de exportação e, portanto, empregos e receita na Dinamarca.

A Dinamarca tem um setor de eficiência energética líder mundial, com enorme potencial de crescimento.

Atualmente, as empresas dinamarquesas de eficiência energética empregam cerca de 70 mil pessoas, com um faturamento anual de aproximadamente 32,1 bilhões de euros, correspondendo a cerca de 7% da receita total das empresas dinamarquesas.