13 de dezembro de 2018
Voltar

Investimentos / Em outubro, indústria cresce em cinco dos 15 locais pesquisados

No acumulado do período janeiro-outubro de 2018, frente a igual período de 2017, houve altas em doze dos quinze locais pesquisados, com destaque para os avanços mais acentuados no Pará (10,1%), Amazonas (6,9%), Pernambuco (6,8%) e Rio Grande do Sul (5,6%). Santa Catarina (4,4%), Rio de Janeiro (2,8%) e Paraná (2,0%) também registraram crescimento acima da média da indústria (1,8%), enquanto São Paulo (1,8%), Região Nordeste (1,1%), Bahia (0,9%), Ceará (0,4%) e Mato Grosso (0,3%) completaram o conjunto de locais com resultados positivos. Por outro lado, Goiás (-3,5%), Espírito Santo (-1,8%) e Minas Gerais (-1,3%) tiveram recuos no índice acumulado no ano.

No acumulado nos últimos 12 meses, ao avançar 2,3% em outubro de 2018, a indústria nacional perdeu de ritmo frente aos resultados de julho (3,3%), agosto (3,1%) e setembro (2,7%). Em termos regionais, 12 dos 15 locais pesquisados mostraram taxas positivas em outubro de 2018, mas dez deles tiveram menor dinamismo frente aos índices de setembro. Mato Grosso (de 3,3% para 0,9%), Goiás (de 0,2% para -1,4%), Rio de Janeiro (de 4,6% para 3,4%), Amazonas (de 7,9% para 7,0%), São Paulo (de 3,7% para 2,8%) e Ceará (de 1,4% para 0,8%) registraram as principais reduções de ritmo entre setembro e outubro, enquanto Rio Grande do Sul (de 3,4% para 4,8%), Bahia (de 0,1% para 0,9%), Espírito Santo (de -2,5% para -1,8%) e Pernambuco (de 5,8% para 6,5%) tiveram os principais ganhos de ritmo.