06 de junho de 2019
Voltar

SUSTENTABILIDADE

Fiesp debate resíduos sólidos, reciclagem e logística reversa durante a Semana do Meio Ambiente

A 21ª Semana do Meio Ambiente conta com intensa programação sobre os mais variados temas e com a presença de inúmeros especialistas e autoridades
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Fiesp, por meio do seu Departamento de Desenvolvimento Sustentável e do Conselho Superior de Meio Ambiente, organizam a 21ª Semana do Meio Ambiente.

O evento, realizado em três dias (entre 4 e 6 de junho) conta com intensa programação sobre os mais variados temas e com a presença de inúmeros especialistas e autoridades com o objetivo de debater questões como políticas públicas de resíduos sólidos, modelos de produção, consumo e descarte, reciclagem, logística reversa e geração de energia.

O tema geral do evento é Resíduos Sólidos: Responsabilidade com o Desenvolvimento. No primeiro dia do evento, foi inaugurada a exposição “Da Indonésia à Amazônia – Expedições”, de Jean-Michel Cousteau, na galeria de fotos do Centro Cultural Fiesp, às 11h.

Jean-Michel é filho de Jacques Cousteau, famoso documentarista, cineasta e oceanógrafo. A exposição reúne fotografias de diferentes partes do mundo, captadas durante mais de 60 anos nas viagens da família Cousteau no maior trabalho de exploração do oceano de toda a história. As fotos seguem disponível para a visitação até o dia 4 de agosto.

Na quarta-feira (5/6), segundo dia do evento, especialistas e autoridades debateram logística reversa, tema cada vez mais na agenda das cidades e das indústrias do país.

De acordo com Nelson Pereira dos Reis, diretor do Departamento de Desenvolvimento Sustentável da Fiesp, a Federação é referência no assunto, uma vez que criou um Sistema e Logística Reversa de Embalagens que realiza periodicamente concorrências para comercializar notas fiscais de reciclagem.

Segundo o diretor, o Sistema de Logística Reversa de Embalagens da Fiesp reúne cooperativas de catadores, operadores logísticos, empresas clientes e uma startup certificadora dos créditos de reciclagem.

“Com a concorrência de certificados de reciclagem as empresas encontram uma forma mais segura de adquirir a comprovação de que estão atingindo a meta de Logística Reversa, que é de 22%”, informa.

Nas concorrências realizadas, já foram comercializadas 35.398 toneladas de embalagens recicláveis certificadas.