FECHAR
FECHAR
17 de outubro de 2019
Voltar

TECNOLOGIA

Mercado imobiliário adota a realidade virtual

A empresa Asas VR é uma das empresas que propiciam experiência imersiva aos compradores e locadores de imóveis, permitindo que visualizem os espaços de forma realística
Fonte: Assessoria de Imprensa

O tradicional mercado de construção imobiliária já começa a se render às maravilhas da tecnologia. Uma das possibilidades que mais tem agradado o setor é a realidade virtual, que permite uma experiência imersiva e até customizada sem o cliente sair do lugar.

Uma empresa que tem apostado nesse segmento é a Asas VR, fundada em São José dos Campos, no interior de São Paulo. A empresa, que atua em diversos segmentos, está vendo na área imobiliária uma grande oportunidade de mercado.

“O segmento de construção civil é bastante tradicional e um pouco resistente a mudanças”, destaca Wanderson Leite, fundador da Asas VR. “No entanto, notamos que a realidade virtual tem conquistado cada vez mais adeptos, principalmente porque oferece vantagens tanto para as empresas quanto para os clientes.”

A realidade virtual faz com que o cérebro seja induzido a acreditar que um ambiente virtual é real. Ela transporta a pessoa para dentro de um ambiente digital, onde é possível visualizar os espaços com tamanho e profundidade realísticos.

“Nesse sentido, a realidade virtual aplicada ao mercado imobiliário permite que os clientes se sintam dentro de vários imóveis diferentes, estando no mesmo lugar”, completa.

Com ...


O tradicional mercado de construção imobiliária já começa a se render às maravilhas da tecnologia. Uma das possibilidades que mais tem agradado o setor é a realidade virtual, que permite uma experiência imersiva e até customizada sem o cliente sair do lugar.

Uma empresa que tem apostado nesse segmento é a Asas VR, fundada em São José dos Campos, no interior de São Paulo. A empresa, que atua em diversos segmentos, está vendo na área imobiliária uma grande oportunidade de mercado.

“O segmento de construção civil é bastante tradicional e um pouco resistente a mudanças”, destaca Wanderson Leite, fundador da Asas VR. “No entanto, notamos que a realidade virtual tem conquistado cada vez mais adeptos, principalmente porque oferece vantagens tanto para as empresas quanto para os clientes.”

A realidade virtual faz com que o cérebro seja induzido a acreditar que um ambiente virtual é real. Ela transporta a pessoa para dentro de um ambiente digital, onde é possível visualizar os espaços com tamanho e profundidade realísticos.

“Nesse sentido, a realidade virtual aplicada ao mercado imobiliário permite que os clientes se sintam dentro de vários imóveis diferentes, estando no mesmo lugar”, completa.

Com a realidade virtual, é o imóvel que vai até o cliente. Basta colocar os óculos e se sentir literalmente “em casa”. No caso de imóveis novos, a realidade virtual pode até substituir os apartamentos decorados.

O investimento feito na construção de um único modelo de apartamento, pode ser utilizado para a criação de vários decorados virtuais, customizando a experiência de cada cliente. “Até os imóveis usados ganham uma experiência imersiva a partir de fotografias 360º graus”.

Obviamente, além de mais atratividade para o cliente por ser uma tecnologia inovadora, a realidade virtual também representa uma significativa economia de tempo e de dinheiro. “O corretor consegue atender um número muito maior de clientes simultaneamente, já que as tradicionais visitas podem ser muito reduzidas, ajudando na triagem do imóvel ideal para cada cliente”, exemplifica Leite.