FECHAR
14 de junho de 2018
Voltar

Artigo

Motor do BMW i8 vence prêmio International Engine of the Year pela 4 ª vez consecutiva

O conjunto motriz do esportivo híbrido BMW i8 acaba de conquistar, pela quarta vez consecutiva, o prêmio International Engine of the Year – Motor Internacional do Ano – na categoria para motores entre 1.4 litro e 1.8 litro de deslocamento.
Fonte: Assessoria de Imprensa

Desde que o BMW i8 chegou ao mercado, em 2014, seu inovador motor híbrido plug-in conquistou inúmeros prêmios – este é o quarto ano consecutivo que esta tecnologia vence uma ou mais premiações – o que demonstra, mais uma vez, que ela se mantém extraordinariamente inovadora para os padrões atuais. O BMW i8 é o carro esportivo do futuro e tem sido o esportivo PHEV (veículo híbrido elétrico plug-in) mais vendido do mundo desde o seu lançamento, há quatro anos. E as inovações tecnológicas embarcadas no i8, assim como as do compacto premium elétrico BMW i3, já estão sendo implementadas nos principais modelos da BMW. Atualizado recentemente, o BMW i8 combina o desempenho de um legítimo carro esportivo ao consumo de combustível de um automóvel de pequeno porte. O motor a combustão, de três cilindros do i8 desenvolve 231 cavalos de potência e é responsável por mover as rodas traseiras. O motor elétrico – cuja potência de saída foi elevada para 143 cv – é alimentado por uma bateria de íons de lítio (e que pode ser carregada em uma tomada elétrica convencional) – e impulsiona as rodas dianteiras. Este sistema híbrido plug-in específico desenvolvido e produzido pelo BMW Group permite uma condução totalmente elétrica, cuja autonomia foi elevada para 55 quilômetros. O i8 precisa de apenas 4,4 segundos para acelerar de 0 (zero) a 100 km/h. Em 2018, o prêmio International Engine of the Year celebra sua 20ª edição. Ao longo de sua história os motores desenvolvidos pelo BMW Group conquistaram um total de 69 prêmios em suas respectivas categorias e na classificação geral. Este ano, o júri da premiação é formado por 70 jornalistas automotivos de 31 países.

 

 

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral