FECHAR
15 de agosto de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Novas tecnologias auxiliam indústria da construção civil

Precisão contínua, qualidade e segurança dos serviços, diminuição de retrabalhos, desperdícios materiais e financeiros, e a redução do tempo são alguns dos objetivos das novas tecnologias 3D
Fonte: Assessoria de Imprensa

As novas tecnologias estão se desenvolvendo rapidamente em todas as áreas do conhecimento. Com este crescimento acelerado, está cada vez maior a oferta de soluções tecnológicas, inclusive, na indústria da construção civil.

“A indústria da construção civil sofrerá grande impacto nos próximos anos com tecnologias cada vez mais acessíveis e versáteis. Não apenas a qualidade dos serviços deve aumentar, como também a segurança no canteiro de obras, a diminuição de retrabalhos, desperdícios materiais e financeiros, e a redução do tempo gasto em atividades sem valor agregado”, explica o engenheiro Marcelo Rodacki, sócio-proprietário da empresa Wrodacki (Blumenau/SC).

Segundo Rodacki, estar por dentro das principais tendências e novidades do setor é fundamental para acompanhar o mercado e se manter competitivo.

“Cada vez mais verificamos realidades que até pouco tempo eram obras de ficção científica, como assistentes virtuais inteligentes, carros autônomos, realidade virtual e aumentada, machine learning, inteligência artificial e computação quântica”, comenta.

O executivo participou recentemente dos eventos Spar3D Expo & Conference e AEC Next Technology Expo + Conference, dois grandes eventos internacionais voltados a tecnologia 3D e construção civil, que neste ano ocorreram na Califórnia (EUA).

O engenheiro explica que a maior parte das soluções apresentadas durante os eventos giram em torno da captura de realidade através do escâner a laser 3D.

O escâner a laser 3D proporciona aumento de potencial produtivo, redução de visitas ao local, registro completo do ambiente, minimização de riscos, agilidade em campo, interoperabilidade, qualidade de dados, redução de retrabalhos, redução de equipe de campo e eliminação de atividades sem valor agregado.

“O equipamento fixo terrestre, que oferece os maiores níveis de precisão, continua presente em versões cada vez menores, leves e com maior alcance e qualidade”, ressalta.

Novas tecnologias