FECHAR
17 de setembro de 2020
Voltar

Os pilares do novo urbanismo

Diante da cada vez mais acelerada transformação digital que estamos vivenciando, o novo urbanismo surge como uma resposta às inovações que estão sendo implementadas e que devem ser incorporadas no setor imobiliário
Fonte: Assessoria de Imprensa

Os pilares do novo urbanismo foram desenvolvidos para dar norte ao planejamento urbano das próximas décadas, estruturando conceitos e regras que podem fortalecer ainda mais a capacidade de desenvolvimento das cidades e da sociedade.

O conceito tem ganhado protagonismo nas discussões quando o assunto é transformação digital e sustentabilidade. Afinal, o bem-estar da população está diretamente associado à construção de cidades para pessoas. Essa tendência faz com que a preocupação em desenvolver cidades bem-planejadas torne-se cada vez necessário e urgente.

E o novo urbanismo é um movimento de planejamento urbano focado justamente em construir espaços voltados para as pessoas, melhorando a relação entre os indivíduos e a cidade, a partir da criação de ambientes que priorizem o bem-estar humano e o desenvolvimento sustentável de longo prazo.

Com isso, o movimento tem um impacto significativo no planejamento urbano e no desenvolvimento sustentável das cidades, reduzindo os impactos do ser humano sobre o meio ambiente.

Suas técnicas tornam possível, por exemplo, reduzir a movimentação de veículos e, consequentemente, diminuir o gás carbônico liberado na atmosfera, dando prioridade aos espaços ao ar livre e com amp...


Os pilares do novo urbanismo foram desenvolvidos para dar norte ao planejamento urbano das próximas décadas, estruturando conceitos e regras que podem fortalecer ainda mais a capacidade de desenvolvimento das cidades e da sociedade.

O conceito tem ganhado protagonismo nas discussões quando o assunto é transformação digital e sustentabilidade. Afinal, o bem-estar da população está diretamente associado à construção de cidades para pessoas. Essa tendência faz com que a preocupação em desenvolver cidades bem-planejadas torne-se cada vez necessário e urgente.

E o novo urbanismo é um movimento de planejamento urbano focado justamente em construir espaços voltados para as pessoas, melhorando a relação entre os indivíduos e a cidade, a partir da criação de ambientes que priorizem o bem-estar humano e o desenvolvimento sustentável de longo prazo.

Com isso, o movimento tem um impacto significativo no planejamento urbano e no desenvolvimento sustentável das cidades, reduzindo os impactos do ser humano sobre o meio ambiente.

Suas técnicas tornam possível, por exemplo, reduzir a movimentação de veículos e, consequentemente, diminuir o gás carbônico liberado na atmosfera, dando prioridade aos espaços ao ar livre e com ampla gama de habitações e estabelecimentos variados.

Impacto
Um exemplo de empreendimento que integra em seu projeto os pilares do novo urbanismo é a Cidade Criativa Pedra Branca, um bairro-cidade idealizado em Palhoça (SC) que se tornou referência em planejamento e desenvolvimento sustentável, sendo totalmente desenhado para dar protagonismo às pessoas, estimulando o convívio ao ar livre.

Empreendimentos como esse também são passíveis de valorização maior e mais rápida aos investidores, justamente porque promovem maior bem-estar aos seus moradores e melhores rendimentos aos proprietários.

No limite, empreendimentos planejados para proporcionar maior qualidade de vida, unindo lazer e trabalho, oferecem um valor agregado que pode ser um fator decisivo para o negócio.

Pilares
No novo urbanismo, afirma os organizadores empreendimento, é preciso pensar na mobilidade como centro do planejamento urbano.

Reduzir distâncias entre residências e estabelecimentos comerciais e de lazer, assim como criar ruas interconectadas para facilitar caminhadas e deslocamentos à pé são algumas das alternativas para reduzir o impacto ambiental e promover a ocupação do espaço público. Além disso, é importante incentivar o uso de transportes alternativos como bicicletas, patins e scooters a partir da criação de espaços amplos e seguros.

A tecnologia é uma grande aliada para reduzir os impactos no meio ambiente e tornar as cidades mais inteligentes. Os empreendimentos modernos oferecem recursos eficientes para melhor utilização de recursos naturais e fontes renováveis de energia, como a captação de água da chuva e armazenamento de energia solar.

Além de utilizar a natureza como recurso para controle de temperatura dos ambientes, como no caso do teto verde.

Projetar ambientes internos e externos, bonitos e arrojados, com ênfase na inovação, estética, praticidade e conforto é outra prioridade para o novo urbanismo.

Diversificar os tipos de construções, misturando casas, prédios, escritórios e pontos comerciais em um mesmo endereço torna mais eficiente a utilização dos serviços e cria espaços mais convenientes e agradáveis para viver. O importante é fazer com que as pessoas se sintam bem dentro dos empreendimentos, por este motivo os espaços são, geralmente, bastante elegantes, limpos e arborizados.

O novo urbanismo tem um impacto significativo no planejamento urbano e desenvolvimento sustentável das cidades, sendo capaz de reduzir os impactos do ser humano no meio ambiente.

A Cidade Criativa Pedra Branca é um exemplo de empreendimento que integra em seu projeto todos os pilares do novo urbanismo.

O bairro-cidade idealizado em Palhoça, SC, é referência em planejamento e desenvolvimento sustentável, pois foi completamente desenhado para dar protagonismo às pessoas, estimulando o convívio ao ar livre e sempre colocando a tecnologia e sustentabilidade em primeiro lugar e a favor dos moradores, frequentadores e visitantes.

A Cidade Criativa Pedra Branca atualmente registra uma população de 12 mil moradores, 8 mil trabalhadores e 7 mil estudantes. A partir do seu planejamento, em 2025 o empreendimento deverá comportar 30 mil habitantes em uma área de 1,7 milhão de metros quadrados e gerar, aproximadamente, 15 mil empregos.

O Plano Diretor da Cidade Pedra Branca foi desenvolvido por alguns dos maiores escritórios de arquitetura de Santa Catarina sob a consultoria de especialistas de renome internacional, como Jaime Lerner Arquitetura e Urbanismo, DPZ Latin America e Gehl Architects. De caráter inovador, a iniciativa rendeu premiações e reconhecimento internacional.