FECHAR
06 de agosto de 2020
Voltar

RAC Engenharia entrega Centro Hospitalar da Fiocruz para pacientes com Covid-19

Empresa conta com software Autodesk Revit do projeto à obra para construção do hospital
Fonte: Assessoria de Imprensa

Há quase 20 anos no mercado, a RAC Engenharia S.A de Curitiba, Paraná, foi desafiada a entregar, em caráter emergencial, um Centro Hospitalar à Fundação Oswaldo Cruz (INI/Fiocruz), em Manguinhos, Rio de Janeiro, para atender pacientes com Covid-19.

Para que a construção fosse possível no tempo recorde de dois meses, a empresa utilizou o software BIM Revit Autodesk que permite maior agilidade e assertividade a processos construtivos. O hospital foi projetado e construído em 50 dias.

A unidade, inaugurada em maio, conta com 200 leitos para tratamento intensivo e semi-intensivos.

“Essa foi uma obra de grande complexidade e só conseguimos entregá-la neste prazo, porque usamos a plataforma BIM e o Autodesk Revit para desenvolver toda a arquitetura e projetos complementares. Com essa tecnologia é possível criar a estrutura da edificação e todos os seus sistemas complementares, como hidráulica, elétrica, tubulações de gás e ar condicionado, por exemplo. A solução nos permite desenvolver projetos muito mais completos de uma forma mais rápida”, afirma Ricardo Cansian, sócio fundador da RAC Engenharia.

Com uma equipe de 22 profissionais na área de projetos em BIM, a construtora conseguiu maior integração entre eles, já que o softwar...


Há quase 20 anos no mercado, a RAC Engenharia S.A de Curitiba, Paraná, foi desafiada a entregar, em caráter emergencial, um Centro Hospitalar à Fundação Oswaldo Cruz (INI/Fiocruz), em Manguinhos, Rio de Janeiro, para atender pacientes com Covid-19.

Para que a construção fosse possível no tempo recorde de dois meses, a empresa utilizou o software BIM Revit Autodesk que permite maior agilidade e assertividade a processos construtivos. O hospital foi projetado e construído em 50 dias.

A unidade, inaugurada em maio, conta com 200 leitos para tratamento intensivo e semi-intensivos.

“Essa foi uma obra de grande complexidade e só conseguimos entregá-la neste prazo, porque usamos a plataforma BIM e o Autodesk Revit para desenvolver toda a arquitetura e projetos complementares. Com essa tecnologia é possível criar a estrutura da edificação e todos os seus sistemas complementares, como hidráulica, elétrica, tubulações de gás e ar condicionado, por exemplo. A solução nos permite desenvolver projetos muito mais completos de uma forma mais rápida”, afirma Ricardo Cansian, sócio fundador da RAC Engenharia.

Com uma equipe de 22 profissionais na área de projetos em BIM, a construtora conseguiu maior integração entre eles, já que o software funciona como um sistema colaborativo, em que especialistas de diferentes áreas podem acessar à planta ao mesmo tempo para inserir informações e realizar alterações sem causar conflito no projeto. O Revit trabalha com todos os elementos de um projeto de forma sincronizada.

O software também possibilita incluir no projeto informações adicionais, tal como materiais a serem utilizados na, tipo de revestimentos e pinturas, entre outras. E permite a detecção de interferências no andamento da obra.

Dentro do hospital além dos leitos, a RAC Engenharia pôde entregar um pequeno centro cirúrgico e um laboratório para realização de exames nos pacientes.

“Por conta do BIM, conseguimos adequar a necessidade da criação destes ambientes paralelamente a execução da obra”, conta Cansian.
Cláudio Pinto, diretor de vendas da Autodesk explica que o Revit veio para mudar o processo de design e modelagem de projetos arquitetônicos.

“O software oferece aos engenheiros estruturais as ferramentas de que eles precisam para projetar os projetos de construção e infraestrutura, por meio de um processo simples, colaborativo, de alta qualidade e flexibilidade. É o que tem de mais inovador no mercado”, afirma.