FECHAR
FECHAR
28 de maio de 2020
Voltar

TENDÊNCIAS

Realidade virtual substitui visitas a imóveis em tempos de isolamento

Reuni, solução de Realidade Virtual para Web Conferências, insere o corretor dentro do imóvel decorado para receber visitas de interessados, que ganham a forma de avatares 3D
Fonte: Assessoria de Imprensa

A necessidade de isolamento social, devido à pandemia da Covid-19, fez muitas empresas criarem planos de ação para alocarem as suas equipes em home office, com o máximo de eficiência possível.

E esses esforços parecem ter dado certo, a ponto de muitas já indicarem que querem manter essa forma de trabalho até mesmo depois do término da pandemia. Mas nem tudo pode ser feito remotamente, a exemplo das visitas a imóveis decorados, parte importante para o fechamento de negócios, sejam eles compras ou vendas, sejam investimentos. Mas, felizmente, temos a tecnologia para nos ajudar com esse tipo de impasse.

Desenvolvido pela Agência Casa Mais, empresa paulistana pioneira em Realidade Virtual, o Reuni consiste na criação de ambientes virtuais para a realização de reuniões, conferências, aulas, treinamentos e, até mesmo, visita à imóveis decorados, entre outras possibilidades.

Basicamente, o projeto começa na criação do ambiente, que pode ser em 3D ou montado a partir de fotos ou vídeos em 360°, que podem, inclusive, ser feitas pela equipe da agência. Depois disso, são inseridas as ferramentas que viabilizam os resultados esperados.

Segundo Fabio Costa, CEO da Agência Casa Mais, o sistema foi desenvolvido com foco na utilização f&...


A necessidade de isolamento social, devido à pandemia da Covid-19, fez muitas empresas criarem planos de ação para alocarem as suas equipes em home office, com o máximo de eficiência possível.

E esses esforços parecem ter dado certo, a ponto de muitas já indicarem que querem manter essa forma de trabalho até mesmo depois do término da pandemia. Mas nem tudo pode ser feito remotamente, a exemplo das visitas a imóveis decorados, parte importante para o fechamento de negócios, sejam eles compras ou vendas, sejam investimentos. Mas, felizmente, temos a tecnologia para nos ajudar com esse tipo de impasse.

Desenvolvido pela Agência Casa Mais, empresa paulistana pioneira em Realidade Virtual, o Reuni consiste na criação de ambientes virtuais para a realização de reuniões, conferências, aulas, treinamentos e, até mesmo, visita à imóveis decorados, entre outras possibilidades.

Basicamente, o projeto começa na criação do ambiente, que pode ser em 3D ou montado a partir de fotos ou vídeos em 360°, que podem, inclusive, ser feitas pela equipe da agência. Depois disso, são inseridas as ferramentas que viabilizam os resultados esperados.

Segundo Fabio Costa, CEO da Agência Casa Mais, o sistema foi desenvolvido com foco na utilização fácil, já que nem sempre as pessoas que vão utilizar têm conhecimento sobre tecnologia:

“Para isso, desenvolvemos uma plataforma intuitiva e de fácil navegação, na qual todos os usuários ficam totalmente imersos em um ambiente de Realidade Virtual”, explica.

Segundo Costa, as fotos em 360° não são uma novidade no mercado imobiliário. Contudo, a proposta do Reuni é muito mais ampla e tende a economizar muito tempo de todos os envolvidos, mas proporcionando o mesmo resultado de uma visita real.

O projeto de virtualização de um imóvel decorado para visitação via plataforma Reuni pode ser montado em 3D ou com o uso de uma foto em 360°.

No primeiro caso, o corretor ou o profissional de real estate pode personalizar o ambiente, mudando a cor das paredes, o piso e, até mesmo, escolher e movimentar os móveis por todo o decorado. Já no modelo de fotos 360°, a visita acontece “dentro” da foto real, com a possibilidade de inserção de pop-ups para a disponibilização de informações que podem ir desde as metragens do imóvel até detalhes sobre os materiais utilizados, as áreas de uso comum, entre tantas outras.

É possível, ainda, utilizar telas virtuais dentro do ambiente, para passar uma apresentação do imóvel, vídeos ou fotos das áreas de lazer do prédio, por exemplo.

O processo para a criação do decorado virtual é simples. Juntamente com o corretor, a equipe Reuni cria o projeto em 3D ou em 360°, já inserindo fotos, apresentações e vídeos que ele precisa para mostrar corretamente o local. Nesta fase, são criados, também, os pop-ups do modelo em 360°.

Depois, o projeto é testado e instalado em um óculos de Realidade Virtual. Ao mesmo tempo, é criado um arquivo para instalação em Mac ou PC, a ser utilizado pelos visitantes, além de um link de acesso para quem não quiser fazer a instalação.
Feito isso, os óculos VR são enviados para o corretor, já prontos para uso, e o link para o download do arquivo de instalação ou o link de acesso do site é enviado, por e-mail, para os visitantes. Por fim, o visitante precisa apenas instalar o programa (ou abrir o link), colocar o seu nome e escolher uma cor para o seu avatar 3D.

O corretor, por sua vez, coloca os óculos e consegue, por meio de ferramentas de Realidade Virtual, receber os visitantes como se estivesse mesmo no local, podendo interagir com eles e com o ambiente.

Como alternativa, ele pode entrar na sala sem os óculos de realidade virtual. “Obviamente, a experiência de imersão não é a mesma, mas ele ainda consegue controlar os elementos e comandar a apresentação do imóvel. Essa opção é interessante, inclusive, no caso de mais corretores em uma mesma visita, sendo que um deles pode estar com os óculos e os outros não”, finaliza.