FECHAR
27 de junho de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS / Siemens inaugura espaço voltado ao desenvolvimento de soluções digitais para energia e indústria

A Siemens, desenvolvedora de soluções de digitalização para o mercado, acaba de inaugurar em sua planta de Jundiaí o MAC (MindSphere Application Center), espaço de cocriação, pesquisa e desenvolvimento de soluções digitais utilizando o MindSphere, plataforma aberta de Internet das Coisas (IoT) da empresa, que conecta máquinas e infraestruturas ao mundo digital.

No espaço, poderão ser desenvolvidos softwares, aplicativos mobile, estudos e serviços digitais customizados para cada cliente, entregando soluções que provém melhorias aos seus negócios, auxiliam na resolução de problemas e impulsionam sua transformação digital.

De acordo com Paulo Antunes, responsável pelo Mindsphere Application Center no Brasil, essa iniciativa foi desenvolvida em um formato de construção conjunta de soluções para os clientes da empresa.

“Contamos com o trabalho de profissionais qualificados que identificam os pontos de necessidades e, assim, trabalham em soluções personalizadas que geram mais efetividade e produtividade, além de amplificar a transformação tecnológica de quem contrata esse serviço. É uma jornada colaborativa com nossos clientes”, explica.

Novidade na Siemens do Brasil, o M...


A Siemens, desenvolvedora de soluções de digitalização para o mercado, acaba de inaugurar em sua planta de Jundiaí o MAC (MindSphere Application Center), espaço de cocriação, pesquisa e desenvolvimento de soluções digitais utilizando o MindSphere, plataforma aberta de Internet das Coisas (IoT) da empresa, que conecta máquinas e infraestruturas ao mundo digital.

No espaço, poderão ser desenvolvidos softwares, aplicativos mobile, estudos e serviços digitais customizados para cada cliente, entregando soluções que provém melhorias aos seus negócios, auxiliam na resolução de problemas e impulsionam sua transformação digital.

De acordo com Paulo Antunes, responsável pelo Mindsphere Application Center no Brasil, essa iniciativa foi desenvolvida em um formato de construção conjunta de soluções para os clientes da empresa.

“Contamos com o trabalho de profissionais qualificados que identificam os pontos de necessidades e, assim, trabalham em soluções personalizadas que geram mais efetividade e produtividade, além de amplificar a transformação tecnológica de quem contrata esse serviço. É uma jornada colaborativa com nossos clientes”, explica.

Novidade na Siemens do Brasil, o MindSphere Application Center já é realidade nas plantas da Alemanha, Índia e China. Seu ambiente se diferencia do visual de um escritório, com uma atmosfera única e uma infraestrutura capaz de realizar demonstrações, testes e experiências de diversas soluções e serviços digitais, permitindo assim uma melhor interação e experiência do usuário.

Hub de inovação

Dentre as soluções desenvolvidas no espaço, destaca-se uma em que a beneficiária é a própria Siemens, que via a necessidade de medir com transparência o consumo de energia elétrica de toda sua produção.

“A partir dessa demanda, desenvolvemos um aplicativo que permite aos gestores de todas as nossas fábricas terem com facilidade informações detalhadas do consumo de energia elétrica em suas plantas, podendo relacioná-lo com sua produção”, explica Antunes.

O executivo explica que, com esse projeto, a Siemens foi capaz de estudar formas de produzir mais gastando menos energia, economizando recursos e aumentando sua eficiência.

“Além disso, há o viés ambiental, já que a emissão de CO2 diminui quando utilizamos menos energia, o que causa danos menores ao meio ambiente sem impactar nossa produtividade”.

Em um outro projeto, desenvolvido para um cliente do ramo de energia, a Siemens forneceu um estudo sobre como a temperatura ambiente afeta os transformadores de potência de uma subestação de energia.

Dessa maneira, a empresa obteve dados que permitem realizar uma manutenção baseada na condição desses ativos.

“Esse levantamento possibilitou ao nosso cliente autonomia para tomar decisões mais assertivas com o objetivo de aumentar sua disponibilidade e reduzir custos”, pontua Antunes.

Para esse estudo, a equipe do MAC trabalhou com análise de dados fornecidos pelo cliente, correlacionando-os com informações estratégicas.

“Levamos em consideração dados como o histórico de clima das regiões. Outra correlação que fizemos foi com os dados socioeconômicos de algumas cidades do entorno, para checar se o aumento desse número configurava um consumo maior e como o cliente poderia se preparar para esse cenário”.

Além das soluções desenvolvidas pela própria equipe da Siemens, estão previstas interações com universidades e startups que possam contribuir com soluções utilizando métodos ágeis de desenvolvimento de projetos.

Outra grande vantagem da iniciativa é o seu potencial de escalabilidade, que possibilita que as tecnologias e estudos desenvolvidos no ambiente do MAC possam ser replicados ou adaptados em outras regiões do mundo, criando um ambiente colaborativo global de inovação.