FECHAR
13 de junho de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Inovação industrial possibilitará a construção de casas de aço

Sistema Light Steel Frame trará sofisticação tecnológica na construção civil por meio de projeto em desenvolvimento por empresa metalúrgica
Fonte: Assessoria de Imprensa

Casas feitas na fábrica. Em um primeiro momento a ideia parece inviável, mas está prestes a se tornar parte do novo conceito de construção civil.A iniciativa é viabilizada pela empresa CMC Módulos Construtivos, do Grupo Lafaeteem parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

A técnica utiliza peças no sistemaLight Steel Frame (estrutura de aço leve) que possibilita a montagem de residências ou estabelecimentos comerciais de médio e alto padrão.

Automatizada em módulos 2D e 3D, a tecnologia gera painéis, banheiros e cozinhas que já vão prontos e acabados para a equipe de construtores.

Cada peça é produzida de acordo com as medidas definidas previamente no projeto arquitetônico de cada cliente e as estruturas são mais leves do que as convencionais e não perde em segurança, oferecendo ainda desempenho termoacústico (isolamento de temperaturas e ruídos), evitando problemas com mofo ou proliferação de fungos pela umidade.

Imóveis como estes já são utilizados em países como Japão e Canadá, por exemplo, e trazem como principais benefícios a velocidade de execução da obra, reduç&a...


Casas feitas na fábrica. Em um primeiro momento a ideia parece inviável, mas está prestes a se tornar parte do novo conceito de construção civil.A iniciativa é viabilizada pela empresa CMC Módulos Construtivos, do Grupo Lafaeteem parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

A técnica utiliza peças no sistemaLight Steel Frame (estrutura de aço leve) que possibilita a montagem de residências ou estabelecimentos comerciais de médio e alto padrão.

Automatizada em módulos 2D e 3D, a tecnologia gera painéis, banheiros e cozinhas que já vão prontos e acabados para a equipe de construtores.

Cada peça é produzida de acordo com as medidas definidas previamente no projeto arquitetônico de cada cliente e as estruturas são mais leves do que as convencionais e não perde em segurança, oferecendo ainda desempenho termoacústico (isolamento de temperaturas e ruídos), evitando problemas com mofo ou proliferação de fungos pela umidade.

Imóveis como estes já são utilizados em países como Japão e Canadá, por exemplo, e trazem como principais benefícios a velocidade de execução da obra, redução de desperdício de materiais e precisão dimensional, além de ser sustentável, pois utiliza aço galvanizado 100% reciclável.

“A empresa sempre está em busca de inovação para acompanhar o que tem sido discutido e desenvolvido ao redor do mundo. Além disso, firmou parcerias com instituições sólidas como a Universidade de Alberta, USP e a Embrapii, sempre focada em desenvolver soluções de qualidade”, afirma Edison Tateishi, diretor de operações do Grupo Lafaete.