Matérias > Edição 84 > Obras > Jogo Rápido
07 de novembro de 2017 - 00h59

Obras do Viaduto das Valquírias avançam

Quem trafega pela Via Anhanguera (SP-330), em Jundiaí, já pode observar o avanço das obras do Viaduto das Valquírias, na altura do km 59, próximo ao trevo da Avenida Jundiaí. A equipe de obras da CCR AutoBAn já concluiu a instalação das quatro treliças metálicas sobre os pilares do novo dispositivo e a expectativa é de que até meados de novembro as estruturas já estejam sobre a rodovia, sem qualquer impacto ou prejuízo ao tráfego.

Segundo o gestor de Engenharia da CCR AutoBAn, Guilherme Baldassari, nesta técnica construtiva utilizada para vencer grandes vãos, chamada Balanço Sucessivo, a estrutura do viaduto é construída sem nenhum tipo de escoramento, apenas com o uso de treliças metálicas, que possibilitam o avanço das concretagens. O equilíbrio é feito a partir da utilização das treliças, presas a cabos ancorados aos pilares provisórios e também da própria estrutura tensionada (aduelas), equivalente a um segmento da laje.

Com o término de cada aduela ou segmento, as treliças avançam e uma nova etapa é feita, sucessivamente. “O trabalho acontece de forma simultânea em cada pilar – e na mesma proporção e tempo – até que as aduelas se juntem e formem o viaduto, sem a utilização de escoramentos”, explica Baldassari. Até o final de dezembro, os lados do viaduto devem estar unidos sobre a Via Anhanguera.

“Este é um trecho com alto volume de veículos e qualquer interferência poderia causar transtornos para a cidade de Jundiaí, devido à proximidade com o município, e também aos usuários de média e longa distância”, ressalta.

Com o avanço das treliças metálicas sobre a rodovia, explica o gestor, o impacto aos Usuários será apenas visual. “A obra utiliza as melhores técnicas de Engenharia disponíveis e os Usuários podem ficar tranquilos quanto à segurança”, garante o engenheiro.

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral - Apoio editorial: Revista Grandes Construções. Reprodução apenas com permissão dos editores e com o devido crédito.

Segurança e Privacidade