Matérias > Edição 19 > Energia > Usina Hidrelétrica de Santo Antônio
14 de outubro de 2011 - 05h21

Consórcio reúne pool de empresas

O Consórcio Construtor Santo Antônio (CCSA), contratado pela Santo Antônio Energia, é o responsável pela implantação do empreendimento Usina Hidrelétrica Santo Antônio. Esse Consórcio, regido pela modalidade contratual EPC (Engineering, Procurement and Construction), é o responsável pelo fornecimento do projeto, das obras civis, dos equipamentos eletromecânicos, montagem eletromecânica e comissionamento. Os membros do CCSA são: Consórcio Santo Antônio Civil (CSAC), Grupo Industrial do Complexo Rio Madeira (GICOM) e Construtora Norberto Odebrecht S.A. (CNO).

A Construtora Norberto Odebrecht é a responsável pelo gerenciamento e execução dos serviços de montagem eletromecânica.  O Consórcio Santo Antônio Civil (CSAC) é formado por Andrade Gutierrez e Construtora Norberto Odebrecht. Esse Consórcio se responsabiliza pelas obras civis e pela elaboração dos projetos.

O Grupo Industrial do Complexo Rio Madeira (GICOM) é responsável pelo fornecimento de equipamentos eletromecânicos para a obra. Ele é formado pelas empresas Alstom, Andritz, Areva, Bardella, Siemens e Voith.

Coordenada pelos CSAC e GICOM, está a Engenharia Contratada (EC), formada pela união das empresas PCE - Projetos e Consultorias de Engenharia e Intertechne que, juntas, são responsáveis pela elaboração dos projetos básicos e executivos.

O CSAC, consórcio construtor responsável pelas obras civis, detém 53,2% do Contrato EPC; o GICOM fica com 32,3%, a Odebrecht Montagem com 7,8%, além de uma pequena parte que representa os fornecimentos do auxiliares mecânicos e elétricos com 2%, e a Odebrecht Gerenciamento com 2,4%. A Engenharia Contratada representa 2,3%.  A Odebrecht é a líder do consórcio civil com participação de 60%. A Andrade Gutierrez participa com 40% nesse consórcio, o que em todo o EPC corresponde a 31,9%.

A participação da Odebrecht no EPC representa 44,10%. Comandada pelo diretor presidente Marcelo Odebrecht, o braço de energia da CNO está a cargo de Henrique Valladares, tendo como um de seus Diretores Superintendentes o engenheiro Délio Galvão. No âmbito da usina Santo Antônio, o engenheiro Mário Lúcio Pinheiro é o diretor de Contrato do Consórcio Construtor Santo Antônio, que se mudou com a família para Rondônia para acompanhar a obra de perto. A seguir, o engenheiro Leonardo Borgatti, responsável pelas obras civis; o engenheiro Miguel Figueiredo, responsável pela montagem eletromecânica; Fábio Nossais, responsável pelo GICOM; Rogério Lamounier, responsável pelo gerenciamento.

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral - Apoio editorial: Revista Grandes Construções. Reprodução apenas com permissão dos editores e com o devido crédito.

Segurança e Privacidade