Notícias > Empresas
09 de novembro de 2012 - 13h16

INTECH Engenharia destaca alta tecnologia no NO-DIG 2012

Empresa traz a HDI, seu parceiro internacional, e apresenta projetos nas áreas de óleo e gás, mineração, energia elétrica e saneamento

Fonte: Assessoria de Imprensa

A INTECH Engenharia, empresa brasileira especializada em Método Não Destrutivo (MND) de Perfuração Horizontal Direcional (HDD), participa do 30th International NO-DIG 2012, um dos mais importantes congressos mundiais dedicado às tecnologias de MND. A participação acontece também com a presença de sua parceira Horizontal Drilling International (HDI), empresa francesa com projetos globais em MND. Organizado pela Abratt (Associação Brasileira de Tecnologia Não Destrutiva) e pela ISTT (The International Society for Trenchless Technology), o evento acontece de 12 a 14 de novembro no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Patrocinadora do 30th International NO-DIG 2012, a INTECH vai mostrar seu histórico em instalação de dutos de aço carbono e de PEAD de grandes diâmetros em obras de travessias e cruzamentos para linhas de gás, óleo, energia elétrica, minérios, água e esgoto. A experiência da empresa também abrange os setores de biocombustíveis, telecomunicações, perfuração de petróleo e a área de descontaminação de solo.

Para apresentar esse histórico, a INTECH projetou um estande com apresentação de vídeos e distribuição do informativo da empresa, que apresenta suas obras mais recentes.

“A realização desse evento internacional no Brasil contribuirá definitivamente para incentivar o uso do MND no País”, afirma o diretor Superintendente da INTECH Engenharia, José Eduardo Frascá Poyares Jardim. Ele ressalta que a empresa foi uma das incentivadoras do 30th International NO-DIG 2012 e que a INTECH é o maior prestador de serviços presente no congresso e na exposição. “Atendemos as maiores empresas do setor de óleo e gás do Brasil tanto em obras tradicionais usando a tecnologia de perfuração horizontal direcional como em atividades de alta complexidade como os chamados shore approaches”, detalha Jardim.

O executivo se refere às chamadas aproximações de praia, técnica que a INTECH é líder e única empresa brasileira com projetos executados. Na área de mineração, a INTECH participou recentemente da construção de trechos do maior mineroduto do mundo, o Minas-Rio, pertencente ao grupo Anglo American. Ainda nesse segmento, a empresa atuou na instalação de trechos urbanos do terceiro mineroduto da Samarco, realizados no Estado do Espírito Santo.

Nesses dois últimos casos, o expertise da INTECH foi decisivo na escolha da empresa como executora dos projetos na avaliação da Anglo American, dona do projeto Minas-Rio, e do consórcio GDK-Sinopec, contratado pela Samarco para as obras de toda extensão do terceiro mineroduto, que faz parte do projeto P4P da mineradora.

No setor de saneamento urbano, a INTECH trará a experiência da sua parceria HDI no uso do HDD em projetos de emissários submarinos. Já na área de energia elétrica, a empresa posicionou-se como parceira do grupo AES Eletropaulo na realização de obras de redes subterrâneas. Nesse caso, a distribuidora de energia, que atende 24 municípios do da região metropolitana de São Paulo, contratou a INTECH para realizar obras de perfuração horizontal direcional por um período de dois anos.

Os projetos iniciaram em 2011 e beneficiarão tanto obras de melhoria do sistema quanto para atendimento de clientes da concessionária.

“Em todas as obras contratadas, acreditamos que a qualificação técnica da INTECH tem contribuído para mudar a cultura de vala aberta”, argumenta Carlos Pimenta, diretor comercial. De acordo com o executivo, o MND pode ser aplicado com sucesso em projetos de vários setores e não apenas nos segmentos de óleo e gás, tradicionais usuários da tecnologia.

SOBRE O 30th International NO-DIG 2012

O evento inclui um congresso internacional com apresentações de palestras cobrindo os seguintes temas: instalações de redes com método HDD, reabilitação e renovação de redes, substituição de redes pelo mesmo encaminhamento, geotecnia nas obras de Infraestrutura subterrânea, mapeamento e investigação do subsolo, microtúnel, tubo cravado e GBM em obras de esgoto, gerenciamento de redes, controle de perdas, redução dos custos sociais e impacto ambiental nas obras de infraestrutura, segurança do trabalho, legislação e responsabilidade civil, novas aplicações de MND e programa de investimentos públicos em infraestrutura com foco em MND. Além do congresso, o NO DIG Show, área de exposição, já tem confirmado cerca de 80 expositores nacionais e internacionais.

 

 

 

 

 

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral - Apoio editorial: Revista Grandes Construções. Reprodução apenas com permissão dos editores e com o devido crédito.

Segurança e Privacidade