Notícias > Mineração
26 de janeiro de 2010 - 15h43

Vendida 50% de mina de minério de ferro no Piauí

Nota de Leonardo Attuch na coluna Moeda Forte da revista IstoÉ desta semana revela que a mineradora GME4, do geólogo João Carlos Cavalcanti, vendeu 50% de um projeto de minério de ferro no Piauí. O ativo foi disputado pelo bilionário indiano Lakshmi Mittal, mas foi comprado por outro grupo de lá, a Fomento Resources, que é a segunda maior mineradora da Índia

Para implantar o projeto, já aprovado pelos ministros Edison Lobão e Geddel Vieira Lima, a Fomento irá investir US$ 1 bilhão. Avaliada em US$ 2,4 bilhões e com reserva estimada em 800 milhões de toneladas, a jazida tem como um dos sócios da GME4, o grupo Opportunity, de Daniel Dantas.
O comprador quer fugir do oligopólio de mercado exercido pela Vale, Rio Tinto e BHP, que juntas detêm 80% da produção mundial.

O geólogo pretende repetir na área o sucesso alcançado há três anos na Bahia, onde descobriu uma reserva de minério de ferro vendida por US$ 360 milhões para o investidor indiano Pramod Agarwal - tido como representante de Lakshimi Mittal, dono do maior grupo siderúrgico do mundo, a ArcelorMittal - e para o Eurasian Natural Resources Corporation, grupo de mineração do Casaquistão. A descoberta ajudou JC a entrar para o clube dos bilionários brasileiros praticamente da noite para o dia.



O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi) espera que, com essas descobertas, o Estado já esteja em quarto lugar em reservas do mineral, com potencial para ultrapassar a Bahia, hoje na terceira posição.

"Temos a vantagem de ter uma infraestrutura logística em construção, a ferrovia Transnordestina", diz o diretor de Recursos Minerais do Idepi, Luiz Gonzaga Paes Landim.

A ferrovia vai ligar o sul do Piauí aos portos de Pecém, no Ceará, e Suape, em Pernambuco, e deve ser concluída em 2011, pelas estimativas do governo federal.

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral - Apoio editorial: Revista Grandes Construções. Reprodução apenas com permissão dos editores e com o devido crédito.

Segurança e Privacidade