FECHAR
FECHAR
02 de julho de 2020
Voltar

TECNOLOGIA

Digital Agro Connection capta 68 startups para programa de inovação

Após essa primeira etapa de inscrições, a Frísia terá um mês para analisar as informações de cada startup
Fonte: Assessoria de Imprensa

As inscrições para o Digital Agro Connection, programa de inovação lançado pela Frísia Cooperativa Agroindustrial, encerraram no último dia 22 com 68 startups registradas.

O principal objetivo do programa é buscar e selecionar empreendedores para criar, revolucionar e identificar métodos de inovação e solução para o agronegócio, dentro de duas linhas de atuação: Agropecuária Sustentável e Indústria 4.0.

Após essa primeira etapa de inscrições, a Frísia terá um mês para analisar as informações de cada startup e entrar em contato para conhecer os profissionais envolvidos nos projetos e suas respectivas tecnologias.

“É muito importante que a gente conheça o projeto de cada startup e, principalmente, as pessoas que estão por trás de todo o trabalho conduzido. Até porque são essas pessoas que ajudarão a revolucionar os resultados de uma produção que se tornará cada vez mais sustentável e de qualidade”, destaca o analista de Estratégia e Inovação da Frísia, Fábio Solano.

Simultaneamente será realizada a seleção das startups, de acordo com os critérios exigidos e da nota de classificação obtida...


As inscrições para o Digital Agro Connection, programa de inovação lançado pela Frísia Cooperativa Agroindustrial, encerraram no último dia 22 com 68 startups registradas.

O principal objetivo do programa é buscar e selecionar empreendedores para criar, revolucionar e identificar métodos de inovação e solução para o agronegócio, dentro de duas linhas de atuação: Agropecuária Sustentável e Indústria 4.0.

Após essa primeira etapa de inscrições, a Frísia terá um mês para analisar as informações de cada startup e entrar em contato para conhecer os profissionais envolvidos nos projetos e suas respectivas tecnologias.

“É muito importante que a gente conheça o projeto de cada startup e, principalmente, as pessoas que estão por trás de todo o trabalho conduzido. Até porque são essas pessoas que ajudarão a revolucionar os resultados de uma produção que se tornará cada vez mais sustentável e de qualidade”, destaca o analista de Estratégia e Inovação da Frísia, Fábio Solano.

Simultaneamente será realizada a seleção das startups, de acordo com os critérios exigidos e da nota de classificação obtida com as soluções apresentadas. Dentro dessa classificação serão escolhidas 12 e, posteriormente, refinadas para seis, sendo designadas três para cada área de atuação.

Tecnologias de norte a sul
O agronegócio demanda soluções tecnológicas, por isso a Frísia desenvolveu o programa Digital Agro Connection.

Assim, reúne o conhecimento tecnológico e digital das startups, juntamente com o perfil empreendedor de quem trabalha na produção de alimentos, tendo como propósito entregar inovações que ajudam a trazer uma produção mais sustentável para os negócios da comunidade.
Dessa forma, seguindo seus princípios de intercooperação e sustentabilidade, a cooperativa busca, juntamente com as startups, gerar melhorias significativas no campo e na indústria.

“Além de buscarmos tecnologias que ajudarão os produtores rurais, as indústrias e a cooperativa no dia a dia da produção de alimentos, buscamos equipes engajadas com o sonho de transformar a produção de alimentos em uma cadeia produtiva extremamente eficiente e confiável”, ressalta Solano.

Além disso, o programa conta com o suporte e consultoria do Sistema Fiep, que em parceria com a Frísia, tem auxiliado a cooperativa na gestão e interação com as startups desde o início do processo.

“O apoio do Sistema Fiep na realização do Digital Agro Connection é estratégico, pois nos permitiu atuar com Inovação Aberta no setor do Agro de uma forma completa, ou seja, desde a construção dos desafios, mobilização, seleção e implantação de Provas de Conceito”, ressalta o gerente de Tecnologia e Inovação do Sistema Fiep, Felipe Couto.