FECHAR
12 de julho de 2013
Voltar
Matéria de Capa - Construction Expo 2013

Encontro retrata o vigor da cadeia da Construção no Brasil

Com exposição interativa de grandes obras de infraestrutura e da construção civil, evento reúne toda a cadeia produtiva para debater desenvolvimento tecnológico, expansão dos investimentos, qualidade e competitividade do setor

Dificilmente os eventos voltados para setores da economia, como feiras de negócios, congressos, conferências, etc., alcançam, no Brasil, em pouco tempo de existência, notoriedade, credibilidade, sucesso de público, reconhecimento político e da comunidade técnica e científica. Normalmente, são necessários muitos anos de “estrada”. A Construction Expo 2013 - 2ª Feira Internacional de Edificações e Obras de Infraestrutura, promovida de 5 a 8 de junho, pela Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, é uma exceção dessa regra. Já na sua segunda edição, o evento alcançou sucesso surpreendente até mesmo para seus promotores.

Nos quatro dias de atividade, tanto a feira quanto o congresso, realizados paralelamente, atraíram cerca de 23 mil visitantes – um público altamente qualificado, formado por engenheiros, arquitetos, empresários, executivos de grandes construtoras, representantes da indústria, prestadores de serviços, pesquisadores e membros da comunidade acadêmica. Todos interessados em travar contato com o que há de mais moderno em soluções para os diversos segmentos da cadeia da construção e infraestrutura, e discutir os rumos do setor no contexto econômico do País e do mundo. Questões como investimentos em infraestrutura, concessões, parcerias público-privadas (PPPs), habitação popular, sustentabilidade, qualidade e produtividade estiveram no centro das discussões, naquele período em que a cidade de São Paulo tornou-se a capital brasileira da construção e da infraestrutura

Cerca de 46 mil m2 do Centro de Exposição Imigrantes, em São Paulo, foram ocupados por 332 estandes, 73 dos quais de empresas de fora do Brasil, com sedes em 15 países dos diversos continentes – Argentina, Canadá, Chile, China, Colômbia, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, França, Índia, Inglaterra, Itália, Peru, Polônia e Portugal, que contabilizaram muitos negócios.

Em discurso proferido na solenidade de abertura, Afonso Mamede, presidente da Sobratema destacou as características da Construction Expo, que a distingue dos demais eventos do setor: “Além de ser a principal vitrine tecnológica da cadeia da construção, a feira é a única capaz de reunir, na mesma ocasião, os diversos atores deste cenário, das construtoras aos fabricantes de máquinas e equipamentos, do pesquisador da universidade ao fornecedor de serviços especializados de engenharia, passando pelas empresas concessionárias de serviços públicos e de infraestrutura e representantes do poder concedente.